Dou te um Verso

Dou-te um Verso

Um ano é feito de muitos dias. Trezentos e sessenta e cinco, é certo, mas também dos que vivemos (no presente), que vivemos (no passado), ou que viveremos (no futuro) e que fazem de cada dia uma experiência única, e de que iremos depois depositar alguns momentos nas arrecadações da memória. Com um verso no título e um pouco mais em cada dia, de maneira a que sorria, chore, se indigne ou apaixone com os versos que lhe oferecemos para toda a vida. Que um verso oferecido seja sempre um verso reflectido – para perto, para longe, para dentro. Uma agenda intemporal.

Mais informação